Youtube U.Porto

(Clique na imagem para ver em pormenor a evolução temporal.)

A partir de setembro de 2014 tive a oportunidade de criar e estruturar o primeiro canal Youtube da U.Porto. A U.Porto, até esse momento, não tinha uma presença institucional nesta plataforma. Uma presença estruturada e sustentada nesta importante plataforma de conteúdos e de forte relação com a tecnologia Google é absolutamente fundamental.
Aliada a esta criação, implementou-se uma estratégia de disponibilização de conteúdos sustentada através de:

  • Produção audiovisual própria (estabelecendo uma colaboração com a TVU).
  • Disponibilização de conteúdos audiovisuais mediáticos (integrando conteúdos da assessoria de imprensa, baseados na presença televisiva da U.Porto).

Foi possível assim construir uma estratégia de sucesso nesta plataforma que tem apresentado resultados muito positivos e, acima de tudo, uma linha de crescimento que tem permitido à U.Porto alcançar posições cimeiras nesta plataforma. O potencial de crescimento é ainda maior e, espero que futuramente, sejam implementadas as minhas recomendações e compreendida a importância da inovação constante.

A sustentabilidade na produção e disponibilização de conteúdos, as técnicas aplicadas e conhecimento das boas práticas, tem permitido um crescimento natural dos subscritores deste canal.

Comparação com outras instituições semelhantes

Uma das melhores formas de percebermos se a presença da U.Porto na plataforma Youtube é relevante, passa por analisarmos as outras instituições que também marcam presença relevante nesta plataforma. Devido à estratégia implementada, rapidamente a U.Porto alcançou uma posição destacada, num espaço de tempo relativamente curto:

  1. Universidade de Coimbra (criado em dezembro 2010) -3.500 seguidores
  2. Universidade do Porto (criado em setembro 2014) – 2.450 seguidores
  3. Universidade de Lisboa (criado em julho 2013) -848 seguidores
  4. FCSH Nova (criado em abril 2010) – 775 seguidores
  5. Universidade do Algarve (criado em novembro 2011) – 787 seguidores
  6. Universidade de Aveiro (criado em março 2014) – 556 seguidores 
  7. Nova SBE (criado em agosto 2012) – 497 seguidores

(Última atualização: outubro 2017)

Sucesso e Reconhecimento

Em maio de 2017 foi possível atingir a marca de 1000 vídeos disponibilizados no canal Youtube da U.Porto e ao qual o Reitor da U.Porto fez questão de manifestar o seu reconhecimento. Trata-se de um número que simboliza a consolidação da U.Porto nesta importante plataforma digital. e que realça a importância de que uma presença sustentada nesta importante plataforma de conteúdos (de forte relação com a tecnologia e algoritmos da Google) é absolutamente fundamental. Por isso, com esta atividade no Youtube (constituída por um mix vídeos de produção interna, vídeos de clipping e uma coordenação cuidada com os canais das várias Faculdades e Centros de Investigação da U.Porto, etc), a U.Porto aumenta consideravelmente a probabilidade dos seus conteúdos serem encontrados na Internet e, consequentemente, um aumento da sua notoriedade digital

Recomendações e Potencial de Crescimento

Tive a oportunidade de efetuar um conjunto de recomendações que iriam permitir um crescimento ainda mais substancial deste canal e, certamente, posicionar a U.Porto como a Universidade portuguesa com o canal de Youtube mais popular. Infelizmente, devido à “organização e gestão interna” da instituição, e do Serviço de Comunicação e Imagem da Reitoria em particular, não tem sido possível implementar as medidas recomendadas:

  • O Youtube deveria ser a plataforma central de distribuição dos conteúdos audiovisuais na U.Porto. Atualmente não é, e sofre muito com a estratégia de dispersão realizada pelo portal da TVU (Igualmente tutelado pelo serviço de Comunicação e Imagem da U.Porto).
  • Os vídeos alojados no Youtube devem ser os primeiros a serem partilhados oficialmente (Neste momento, os vídeos produzidos pela TVU são partilhados publicamente a partir do portal da TVU e na página do Facebook da TVU. Só mais tarde é que são cedidos para o Youtube. Este facto retira o impacto e o potencial de partilha dos conteúdos audiovisuais alojados no Youtube.).
  • Aumentar as transmissões em direto através da página de streaming do Youtube da U.Porto.
  • Realizar uma análise às estatísticas atuais do canal do Youtube e ter a coragem para ponderar reorientar as caracteristicas técnicas na produção audiovisual atual de modo a obter conteúdos mais populares e adequados às plataformas de social media.
Inovação e Implementação de Boas práticas

Sempre que me é possível (e compreendido superiormente) tento implementar as boas práticas de utilização do Youtube, introduzir pequenas inovações na sua utilização e que permitem aproveitar todo o seu potencial associado ao marketing digital. Alguns desses exemplos são:

  • Realizar transmissões em direto de cerimónias e momentos importantes da U.Porto, aproveitando aspetos como as notificações que são enviadas para os subscritores do canal. Eis um exemplo:

  • Utilizar as funcionalidades de Cards e End Screens & Annotations para disseminar mais conteúdos de vídeo do canal Youtube da U.Porto. Eis alguns exemplos:

Exemplo da funcionalidade Cards.

Exemplo da funcionalidade End Screens & Annotation.

  • Utilizar as funcionalidades de notificação “Live Now” do Youtube:

 

Anúncios